O óbvio precisa ser dito

Atualizado: Abr 27

"Você não disse porque era óbvio? Óbvio para quem?"

Quantas vezes deixamos de dizer algo porque consideramos uma informação óbvia? Essas deduções de que os outros deveriam pensar como nós demonstram nossa falta de percepção da realidade, além de denunciar o vigor do nosso ego.


Cada um tem sua própria percepção da realidade e uma construção subjetiva dos significados que dão a ela. Temos filtros que são moldados de acordo com nossas experiências, memórias, crenças, biologia, dentre muitas outras variáveis. Como dizia Leonardo Boff “todo ponto de vista é a vista de um ponto”. E esse ponto esta Mais para uma reticências!

O óbvio precisa ser dito para ser real, fora isso é leitura mental ou alucinação. Se não te disserem, pergunte, cheque... para ter clareza do que foi compreendido. Muitos ruídos não aconteceríamos se tivéssemos consciência de que aquilo que posso ter entendido pode ser diferente do que foi dito. O contrário também, se você está comunicando tem a responsabilidade de checar se o resultado foi eficaz.


Mesmo checando se o dito foi compreendido, ainda corremos o risco de que a associação e análise do nosso interlocutor sobre os significados do que dissemos seja bem diferente do desejado por nós. As vezes, estamos rodando um filme de romance em nossa mente e o outro assistindo um drama.


Quantas vezes já dissemos “nossa, na minha cabeça não era nada disso, você entendeu tudo errado!” E mais ainda, quantas vezes fomos nós que nos perdemos na história e criamos conflitos intermináveis?


Em nossa vida pessoal vamos levando essas confusões aos trancos e barrancos, sabemos que uns sentam e conversam, outros somem e nunca mais aparecem. Agora... como lidamos com nossos clientes diante de um mal entendido? Sumir não dá!


Então... a solução está em dominar conhecimentos e habilidades essenciais à comunicação eficaz. Assim como nos especializamos nas áreas que queremos atuar, também temos responsabilidade de aprender as chamadas Essential Skills, para assumir competências além das “óbvias” rs...


Nos nossos relacionamentos podemos optar por crescer ou não, melhorar a cada dia ou permanecer em nossa zona de conforto... com nossos clientes torna-se nosso compromisso ético e moral.

Na advocacia eh muito comum compreender comunicação eficaz como oratória. Essa comunicação é muito mais que oratória, eh a expressão do nosso mundo interno. O que ouvimos, processamos, falamos e fazemos eh apresentado ao mundo externo pela nossa linguagem verbal e não verbal.

Dentro de nós os Filmes são produzidos, somos autores, personagens, editores e diretores de cena projetando em uma tela que já revelou histórias bem semelhantes e que não são meras coincidências. Aquilo que distorcemos, omitimos e generalizamos faz parte também dos padrões que repetimos. Que possamos revelar novos filmes!!!


Obvio ou não, se for pra tornar as coisas mais claras, diga!


19/04/21

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp GDAS