Futures literacy e a advocacia do futuro

Atualizado: 27 de mai. de 2021

Futures literacy - Imaginar e antecipar cenários futuros! No ano passado, a futures literacy foi apontada pelo Fórum Econômico Mundial e pela Unesco(Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como a principal habilidade para lidar com o mundo pós-pandêmico e uma das mais essenciais para o século 21, uma vez que a imaginação do amanhã para definir as ações do hoje pode ajudar a diminuir a visão pessimista sobre os próximos anos e o sentimento de ansiedade frente às mudanças. Segundo a Unesco, “ser alfabetizado no futuro fortalece a imaginação, aumenta nossa capacidade de nos preparar, recuperar e inventar conforme as mudanças ocorrem”. Forbes Brasil



Em um tempo não muito distante... quase “ontem”... acreditávamos ser suficiente aprender com o passado - com aquilo que já vivemos, experimentamos e ajustamos - para nos preparar para o futuro. Hoje não é suficiente! Continua sendo importante, mas não é o bastante. Aquilo que foi já é muito diferente do que encontraremos pela frente.


O conhecido traz uma segurança muito grande para nós, diminui o medo diante dos desafios e dentro desse padrão de repetir o que já deu certo caminhamos desde sempre. Agora os novos contextos nos exigem mudar esse padrão.

Mudaremos a estrutura de nossa atenção, ao nos depararmos com questões complexas vamos deixar de ter o foco da solução a partir dos aprendizados do passado para ter o foco na solução no futuro que emerge. Encontraremos uma forma de nos desapegar dos velhos padrões e nos conectar com o novo.


Peter Druker, pai da gestão moderna, considera que a melhor forma de prever o futuro é criá-lo.


Por isso a importância da Future Literacy como habilidade que permite às pessoas compreender melhor o papel que o futuro desempenha no que vêem e fazem.

As pessoas podem se tornar mais hábeis em 'usar o futuro', mais 'alfabetizadas sobre o futuro', devido a dois fatos. Primeiro, o futuro ainda não existe, só pode ser imaginado. Segundo, os humanos têm a capacidade de imaginar.


Como resultado, os humanos são capazes de aprender a imaginar o futuro por diferentes razões e de maneiras diferentes. Tornando-se assim mais 'alfabetizado em futuros'.


Imaginação e criatividade são palavras de ordem agora e para que possamos desenvolver essas habilidades o primeiro passo é sair do Piloto Automático e acessar estados de presença que desperte nossa força mais profunda de viver o mundo que queremos criar.


Se você souber o que quer criar, então pode viver até certo ponto nesse espaço em sua própria consciência. Nao há nenhuma força mais poderosa do que operar a partir desse tipo de conhecimento, desse tipo de intenção é lugar. Peter Senge

Nunca duvide de que um pequeno grupo de cidadãos engajados pode mudar o mundo. De fato, é só assim que o mundo tem mudado. Você pode fazer quase tudo que está ao seu alcance com apenas cinco pessoas. Otto Sharmer


Esse é um convite aos advogados sistêmicos... ao longo de alguns artigos vamos aprender a imaginar o futuro do direito e da advocacia que queremos criar!


Luciana Ferreira

Sócia GDAS


#futuresliteracy #advocaciadofuturo #advogadossistemicos #imaginacao #criatividade