Elementos dos sistemas sociais humanos no Direito Sistêmico


O propósito desse artigo é simples: enumerar as diversas possibilidades de elementos presentes em um contexto de situação-problema jurídico. Em um artigo posterior verificaremos as relações, conexões, dinâmicas, mecanismos e padrões na organização desses elementos no sistema. Essa estratégia de observação constitui a postura do profissional de direito sistêmico e deve servir como base de sua atuação.

Não é possível compreender processos relacionais e complexos utilizando pensamento linear, estático e dual. Dessa forma, a nova epistemologia substitui a filosofia absolutista e integra a filosofia de perspectivismo, já que estudos demonstram que o organismo cria o mundo que o rodeia e este é produto de sua percepção e não sua causa.

A postura do profissional sistêmico

Sendo a realidade produto de percepção, o primeiro passo na conduta de atendimento sistêmico, seria entrar em um estado de presença e centramento para facilitar o acesso a uma posição perceptual de testemunha. Àquela que descreve a situação-problema a partir de evidências sensoriais: o que vi, o que ouvi, o que senti com não-julgamento e zelo pela maior neutralidade possível.

Deixo claro aqui que as habilidades de um profissional que busca aplicar o pensamento sistêmico em sua vida e carreira vão muito além dessas acima citadas. Desenvolver essas competências exige tempo e performance com significado. Você pode conhecer algumas delas em: As 10 habilidades de um advogado sistêmico

Abertura às possibilidades existentes no campo: os elementos do sistema

Uma advogada sistêmica recebe em seu escritório uma inventariante que há 04 anos vive uma relação conflituosa com seus irmãos. Com o falecimento de seu pai ela assume a responsabilidade pelo inventário. São seis irmãos, três de cada lado com suas perspectivas distintas. Tais informações já bastam nesse primeiro momento.

Quais os possíveis elementos podemos considerar nesse sistema?

coaching para advogados direito sistêmico
  • A inventariante

  • Os irmãos

  • Os cônjuges

  • Os netos

  • Os pais

  • Os pais dos pais

  • Os bens e direitos

  • O inventário

  • O processo

  • Os advogados

  • O juiz

  • O contador

  • O cartório

  • As leis

  • Órgãos e Instituições legais

  • Os documentos

  • O dinheiro

  • O tempo

  • O diálogo

  • Terapia Familiar sistêmica

  • As novas tecnologias de solução de conflitos

  • Mediação Sistêmica, Constelação Familiar, Conciliação

Em sistemas abertos e vivos, o conteúdo (elementos) é compreendido a partir de suas relações, formas e padrões. A esse conjunto damos o nome de contexto, estrutura ou organização que é própria de tal sistema.

Nesse artigo o objetivo é ampliar sua percepção para as possibilidades desses elementos e estimular essa atitude de presença, centramento, observação sistêmica, modo testemunha e possibilidades existentes no contexto. Assim, você desenvolve a habilidade de explorar uma situação-problema sem muitas informações iniciais, sem viés, com criatividade e flexibilidade. Em um artigo futuro discutiremos as relações entre esses elementos citados.

 
 

Marcella Santos é administradora, mestre em Estratégia e Mercado, especialista em comportamento, consultora sistêmica, meta-coach, master practitioner em PNL e consteladora familiar. Dedica-se a estudar o Pensamento Sistêmico em suas diversas teorias, formas, técnicas e ferramentas. Facilita o Grupo de Estudos de Advocacia Sistêmica e também coordena o projeto PSAdd desenvolvendo advogados, saiba mais em: www.advocaciasistemica.com.br e www.escoladealtaperformance.com

#direitosistêmico #advocaciasistêmica #sistemassociaishumanos #elementosdosistema

34 visualizações