• Marcella Santos

Advogados sistêmicos não precisam ser consteladores


Esse é meu posicionamento e tenho autoridade para tal, pois falo do meu lugar. A advocacia está inserida no mercado jurídico e é sim uma empresa, independente do porte que tenha. Sou administradora há 18 anos, mestre em estratégia e mercado, especialista em comportamento do consumidor. Como consultora sistêmica tenho todas as formações que me dão embasamento, teórico e prático,seja constelação, coaching, PNL, psicologia positiva, dentre outras. Não fiz um curso apenas e assumi um cargo político, tenho empresa, projeto e responsabilidade com meus clientes.

Falo sobre gestão e mercado, pois esse é o meu lugar!

EMBASAMENTOS

1) Quanto a Ética e Disciplina

Da Atividade de Advocacia

Art. 1º São atividades privativas de advocacia:

§ 3º É vedada a divulgação de advocacia em conjunto com outra atividade.

Na minha percepção praticar constelações dentro de um escritório de advocacia caracteriza outra atividade. Para ser constelador é exigida uma formação específica, com carga horária e certificação. Essa é uma atividade paga, que está há anos no mercado como terapia breve, pelo menos assim é vista pelos clientes. Ela não é considerada serviço jurídico e nem atividade privativa da advocacia. Aliás, nem é permitido divulgar serviços de mediação dentro dos escritórios. Como advogado constelador você perde o mínimo de neutralidade que poderia ter (imagina como juiz).

Parágrafo único. São deveres do advogado:

VI - estimular, a qualquer tempo, a conciliação e a mediação entre os litigantes, prevenindo, sempre que possível, a instauração de litígios;

Eu interpreto que estimular, nesse contexto, não significa atuar como mediador, conciliador, árbitro ou constelador. Mas, promover os meios adequados de solução de conflitos, por meio da orientação e indicação, se possível. Em geral, quem estimula é um apoiador da ideia, e o faz do seu lugar. Por isso, diz-se o advogado na mediação, o advogado na conciliação e pela lógica o advogado na constelação (que na minha perspectiva, nem presente deveria estar, como não estaria na terapia).

Então, onde as constelações entram na advocacia?

IV - empenhar-se, permanentemente, no aperfeiçoamento pessoal e profissional;

V - contribuir para o aprimoramento das instituições, do Direito e das leis;

Como competência transversal, àquelas que todos os profissionais em qualquer área, desenvolvem para aperfeiçoamento do exercício de suas atividades. Autoconhecimento, autoliderança, liderança, pensamento sistêmico em ação. Como você é um advogado e não vai constelar no escritório, você não precisa de uma formação, você busca o pensamento sistêmico e por enquanto é dele que você partirá. Você pode indicar um constelador, como indica um contador ou terapeuta.

Quando o advogado realiza com maestria um atendimento humanizado, a consultoria jurídica desenvolve-se de forma leve. Ele aprende a criar um ambiente seguro, a escutar de forma estruturada, a fazer as perguntas que geram autorreflexão, a demonstrar empatia, a ter um olhar e posturas sistêmicas.

A base de todas essas habilidades está na mudança de modelo mental, do cartesiano para o sistêmico, não necessariamente isso ocorre durante uma formação em constelações. Aliás, o que mais vejo são consteladores incongruentes nesse sentido, excluem o pensamento e estimulam a ideia do milagre.

2) Quanto ao mercado jurídico

Quais as regras do jogo?

Como funciona um mercado?

Mesmo que a interpretação do estatuto seja a de que possa sim constelar dentro dos escritórios de advocacia, de que forma o mercado responde a esse movimento?

Como os sócios vão acolher?

Como os parceiros irão se posicionar?

Como comunicar aos clientes esse novo formato?

Como os clientes se sentiriam lá dentro?

O que os outros diriam sobre tal mudança?

Quem se interessaria em procurar o escritório?

Como nós trabalharíamos? Como produziríamos valor aos clientes?

Como a concorrência irá incluir esse escritório de advocacia sistêmica?

Qual o melhor modo de mudar um posicionamento estratégico?

Como fazer um cartão de visitas e site? E a fachada do escritório?

Como seria o ambiente interno? Os clientes confundiriam com terapia?

Existe mercado? Como um escritório de advocacia sistêmica se diferencia dos demais? Sente-se superior? Qual o seu lugar?

Como o advogado sente-se diante da concorrência?

Da pressão do mercado? Como isso funcionaria? Como cobraria honorários?

Existe um planejamento estratégico financeiro para essa mudança?

Isso é gestão sistêmica! Não basta intuição.

3) Quanto as formações em constelação ou Direito Sistêmico

Advogados advogam. Eles aprimoram seus conhecimentos, habilidades e atitudes, conjunto chamado competências e aplicam exercícios sistêmicos no atendimento humanizado e consultoria jurídica. Até então, eles tiveram foco nas especializações específicas do direito, agora percebem a necessidade de buscar aprimorar as competências relacionais e de gestão.

Todo desenvolvimento é pessoal e profissional, pois não há separação. Partimos de uma mudança interior que reflete-se externamente, no comportamento com familiares, amigos, pares, sócios, clientes, etc. A pessoa está passando por ampliações de consciência a respeito de si, do outro e do mundo. Assim, tudo muda, pois o modelo mental está em transformação.

Porém, o fato do advogado ter feito uma formação em coaching ou em constelações, não significa que irá atuar deste lugar, como profissional. Ele irá usar suas competências adquiridas e adequá-las ao modo como atua na na vida, na gestão do escritório e atendimento aos seus clientes. Essa confusão é muito comum, você investe valores altos em cursos e acredita que o retorno financeiro virá do exercício dessa nova atividade. Daí nem advogado, nem mediador, nem constelador e nem coach. Não te foco!

O público-alvo da minha empresa é formado por advogados autônomos que estão começando ou voltando à advocacia, também escritórios de pequeno porte com até 3 sócios. Em geral, a realidade financeira desse público não é fácil. Então, se a missão da minha empresa é ver os escritórios de advocacia sistêmica posicionados no mercado jurídico com estratégia, humanização e promovendo o consenso, olho o investimento adequado a empresa.

Como posso vender uma formação no valor de R$ 8.000 ( x 30 = 240.000) à 25.000 ( x 100 = 2.500.000) a esses advogados, se nem ao menos possuem capital de giro suficiente, softwares de gestão de processos, secretária, estagiários, espaço adequado ao atendimento, tempo para cumprir prazos e realizar gestão? O quão responsável sou enquanto consultora sistêmica?

Enquanto não tiverem o mínimo de recursos e estrutura para gerar valores destinados ao desenvolvimento de competências, o capital será destinado ao escritório, possivelmente às especializações específicas da área e só depois às que não são. Porque não há mercado ainda no chamado direito sistêmico, comprar uma Ferrari e não ter pista pra ela, é um luxo. Então, nossa meta é desenvolver esse mercado com escritórios de advocacia sistêmica em funcionamento e dando resultados. Só depois escreverei livros, senão teremos várias edições ampliadas, pois é tudo muito novo ainda.

4) Diferença básica de constelar no judiciário e na advocacia

No judiciário ela acontece por meio de um projeto aprovado e gerenciado por um juiz que tem total autonomia. As partes são convidadas e depois vão embora, sem vínculo com os consteladores.

Na advocacia existe confidencialidade, vínculo e responsabilidade com o cliente, que tende a entender aquele atendimento como terapêutico e com mesma frequência que ligam para saber como está seu processo, irão procurar o advogado para constelar. Irão também divulgar o escritório boca-a-boca como àquele que faz constelação e resolve mais fácil os processos, o que de fato caracteriza divulgação por parte do cliente por outra atividade.

5) Quanto às parcerias e alinhamentos

Somos todos um e parte do todo, cada um servindo à vida e ao sistema do seu lugar. Eu recomendo que todos façam formações, sempre importantes para crescermos. Quando podemos fazer, financeiramente e em determinado momento pessoal, que façamos! Mas, não busquem esse tipo de movimento como a salvação de suas questões financeiras ou como uma nova profissão. Mesmo consteladores que atuam há anos têm dificuldades em ter prosperidade nessa atividade. É um processo lento, que na gestão do escritório ocorre com aperfeiçoamento de competências e procedimentos.

Minha empresa recentemente desfez algumas parceiras e realizou outras. Não por questões pessoais, mas de alinhamento de trabalho. Tudo é muito novo e eu mantenho meu posicionamento enquanto fizer sentido pra mim. Não quero entrar no mercado de formações, não quero competir com empresas tão grandes e de tanto renome. Estou bem no meu lugar.

Meus clientes não são os mesmos, e quando eles tiverem condições de investir tais valores, vou orientá-los a fazer primeiro em seus escritórios. Quando eles tiverem valores provisionados para cursos e formações, indicarei que façam.

Não quero entrar nessa indústria das formações, estive recentemente e não me sentia bem, pois atuo com gestão sistêmica e desenvolvimento de competências. Criei um modelo de Gestão com o melhor de todas as metodologias e com R$ 2.500, meus clientes tem consultoria, curso básico, intermediário e avançado comigo e advogados sistêmicos altamente especializados, ao longo de seis meses de implantação, saindo com escritório em funcionamento. Podendo fazer presencial ou à distância, incluímos todos e até quem não possui esse valor em 10 x, dedicamos tempo aos artigos e vídeos gratuitos.

Àqueles que estão alinhados com essa nossa posição, bem-vindos. Os que não estão, está tudo bem também. Tem mercado pra todos e de seus lugares tomarão força. Aproximam-se àqueles com mesmas frequências e objetivos.

Aos que buscam Gestão da Advocacia Sistêmica, sugiro que pesquisem em www.gestaodaadvocaciasistemica.com.br e compreendam que no sistema do mercado jurídico as regras do jogo não são as mesmas dos sistemas familiares, próximas porém distintas.

Reflitam!

#ConstelaçãoFamiliar #AdvocaciaSistêmica #GestãodaAdvocaciaSistêmica #formações #cursos

0 visualização

CONTATO

[11] 94292-1740 - Marcella Santos

Unidade 1

Alameda Santos, 1773 - Cerqueira César

São Paulo/SP - CEP 01419-100

[21] 98030-7444 - Luciana Ferreira

Unidade 2

Rua Augusta, 101 - Consolação

São Paulo/SP - CEP 01313-001

  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Gestão da Advocacia Sistêmica
  • Tweeter

© 2020 Modelo de Gestão da Advocacia Sistêmica

Todos os direitos reservados.

WhatsApp GDAS