Como lidar com o medo

Atualizado: 30 de mai. de 2021


Coragem não é ausência de medo, até porque, faz parte de uma emoção primária, que quando é real, tem o propósito de nos manter vivos. O problema é a mente que mente e cria os medos fantasiosos e destrutivos que: aciona as armas e defesas, puxa o freio de mão das potencialidades, boicota melhorias e inovações e impede de viver plenamente.

Resumo do livro: Alquimia do medo

O maior desafio que a autora retrata no seu livro é mental. Faz parte de um paradigma de longa data, assim como um mecanismo interno e natural da mente de se incomodar com o novo e com o vazio.

Para a mente, o não saber é aterrorizante, mas por outro lado, é o principal responsável em fazer com que as pessoas organizem a si mesmas. É preciso abandonar por alguns momentos os mecanismos de defesa, de sobrevivência mais confiáveis e mergulhar no desconhecido e caótico estado de não-saber, essa é a única forma de abrir as portas para o diálogo significativo da co-criação coletiva.

A auto-organização e o o fluxo livre de informações, bem como os conceitos a ele associados de abandonar o controle, a vigilância, a programação, as informações privilegiadas, o planejamento e as metas, para muitos parecem assustadores.

Sabemos o quanto que o processo de crescimento ou fusão é delicado e o quanto que as pessoas, conscientes ou inconscientemente, resistem as mudanças; A resistência nada mais é do que um mecanismo de defesa para manter a sobrevivência do que já existe e sei como é; O mecanismo de defesa mais atuante que possuímos é a nossa emoção mais primitiva chamada medo.

Baixe o E-book e continue sua leitura!

#medo #comolidar #Elos360

84 visualizações